Close

SITE EM ATUALIZAÇÃO!

Há 75 anos realizamos um trabalho de dedicação às crianças.

Destine apenas alguns minutos do seu tempo para nos conhecer !

Há 75 anos realizamos um trabalho de dedicação às crianças

Destine apenas alguns minutos do seu tempo para nos conhecer !

O Reino da Garotada

O Reino da Garotada de Poá é uma associação civil, sem fins lucrativos, fundada em 30 de janeiro de 1944 pelo padre holandês Simon Switzar.

Durante 40 anos funcionou exclusivamente como internato atendendo crianças órfãs e/ou abandonadas. Nesse período passou pela primeira mudança de orfanato tradicional, para atendimento em pequenos núcleos, chamados de casas-lares.

Em 12 de outubro de 1983 devido às mudanças sociais ocorridas na cidade, foi inaugurada a Creche para crianças de 0 a 5 anos de idade posteriormente o Centro de Juventude para crianças de 6 a 15 anos de idade e as Oficinas Escola para adolescentes de 14 a 17 anos anos, os dois últimos com ações complementares à escola. O internato foi totalmente extinto em 1993, data em que a entidade priorizou o trabalho socioeducativo para crianças e adolescentes de famílias de baixa renda da cidade de Poá e região.

Objetivos

O Reino da Garotada de Poá é uma associação civil, sem fins lucrativos, de duração por tempo indeterminado, que presta serviços gratuitos, permanentes e sem qualquer discriminação de clientela.

Prestar assistência, educação e capacitação profissional para crianças, adolescentes, jovens e famílias de baixa renda em situação de risco ou exclusão social, incluindo a formação moral e ética, visando a promoção humana e o pleno exercício da cidadania.”

Áreas de Atuação - Programas

Creche e Educação Infantil, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Oficinas de Qualificação Profissional e Programa Jovem Aprendiz.

Inovação

É uma preocupação da entidade a adequação dos programas às necessidades atuais da comunidade. A transformação da assistência social em programas sócio-educativos, onde a parceria escola/família/comunidade se estabeleça no dia-a-dia, todos como agentes co-responsáveis pela educação, é uma meta que se pretende atingir de forma plenamente satisfatória. Com objetivo de melhorar a qualidade do trabalho os educadores participam de cursos de capacitação profissional (reciclagem) oferecidos pela entidade.
A implantação do laboratório de informática e outras atividades que sejam atraentes para os alunos fazem parte desse processo de mudança.